Projeto Juazeiro Livre de Hanseníase promove estudos de caso e busca ativa

Através de parceria firmada entre a Prefeitura de Juazeiro do Norte, por meio da Secretaria de Saúde, o Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan nacional e municipal), Ministério da Saúde e NHR Brasil, foram realizadas, de 26 de novembro a 1º de dezembro, diversas atividades referentes ao Projeto Juazeiro Livre de Hanseníase.

As ações incluíram treinamento e capacitação para os profissionais da Atenção Primária, como Agentes Comunitários de Saúde (ACS), enfermeiros, médicos, fisioterapeutas, psicólogos e assistentes sociais.

Nos dias 28, 29 e 30, foram realizados estudos clínicos de casos e avaliação dos pacientes em Unidades Básicas de Saúde (UBS) de sete bairros: Frei Damião, Triângulo, Pio XII, Pirajá, Horto, Salesianos e Aeroporto. Pacientes com lesão sugestiva a hanseníase, reações com grau de incapacidades e outras especialidades identificadas como importantes pelos profissionais, participaram do estudo.

Os trabalhos foram encerrados no sábado (01), com o Mutirão da Pele, no CRAS do João Cabral, onde a população deste bairro, e também do Romeirão, com manchas na pele sugestivas à hanseníase, tiveram acesso a consultas médicas e avaliações dermatoneurológicas. Na ocasião, foram detectados 04 novos casos de hanseníase.

Os organizadores do Projeto destacam que este foi um momento de suma importância para a aquisição de novos conhecimentos pelos profissionais, que estarão mais aptos à detecção precoce da hanseníase, podendo assim iniciar o tratamento o quanto antes para evitar sequelas mais graves nos pacientes. Também foi importante para dar o suporte necessário à descentralização do atendimento dos pacientes com hanseníase nas UBS’s.

Galeria de fotos